Atualizado e melhorado

Sintomas de insuficiência cardíaca

A Classificação Funcional da New York Heart Association (NYHA) é usada desde 1902 e fornece uma forma simples de classificar a gravidade dos sintomas de insuficiência cardíaca. Esta classificação posiciona os doentes numa de quatro categorias com base na respetiva limitação durante a atividade física diária.

A classificação da NYHA fornece uma avaliação facilmente compreensível da dimensão da limitação devido à insuficiência cardíaca no doente individual. Esta informação é usada ao planear uma estratégia de tratamento e também é útil na seleção de doentes para os ensaios clínicos. A capacidade funcional está fortemente relacionada com resultados a curto e longo prazo e a classificação da NYHA continua a ser, atualmente, o marcador de prognóstico mais útil e de fácil obtenção no uso clínico de rotina para avaliar o estado de doentes com insuficiência cardíaca.

Classe da NYHA Sintomas
I Nenhuma limitação da atividade física. A atividade física normal não resulta em fadiga, palpitações, dispneia (falta de ar).
II Ligeira limitação da atividade física. Confortável em repouso. A atividade física normal resulta em fadiga, palpitações, dispneia (falta de ar).
III Limitação acentuada da atividade física. Confortável em repouso. Uma atividade inferior à normal causa fadiga, palpitações ou dispneia.
IV Incapacidade para realizar qualquer atividade física sem desconforto. Sintomas de insuficiência cardíaca em repouso. Se for realizada qualquer atividade física, o desconforto aumenta.

 

Os sintomas de insuficiência cardíaca podem variar amplamente de pessoa para pessoa, dependendo do tipo de insuficiência cardíaca que tem. Portanto, pode sentir todos os sintomas descritos aqui ou apenas alguns deles.

Nas fases iniciais, pode não notar quaisquer sintomas, mas se a sua insuficiência cardíaca progredir, é provável que apresente sintomas, que podem tornar-se mais graves.

Os principais sintomas de insuficiência cardíaca são causados por acumulação de líquidos ou congestão e fluxo sanguíneo deficiente para o corpo. Esta seção explicará estes sintomas e fornecerá dicas sobre como melhorá-los.

 

Corações paralelos – Alguma vez se perguntou como é viver com insuficiência cardíaca?

Créditos de vídeo: Pumping Marvellous Foundation

 

Basta clicar em qualquer uma das ligações abaixo para saber mais.

Sintomas causados por acumulação de líquidos ou congestão

Falta de ar
Tosse/respiração ofegante
Aumento de peso
Tornozelos, pernas ou abdómen inchados

Sintomas relacionados com a redução do fluxo sanguíneo para partes do corpo.

Cansaço/fadiga
Tonturas
Frequência cardíaca rápida

Outros sintomas de insuficiência cardíaca

Perda de apetite
Necessidade de urinar à noite

Além dos sintomas físicos de insuficiência cardíaca, algumas pessoas podem ser afetadas pela seriedade e gravidade da insuficiência cardíaca e podem apresentar sintomas emocionais, como depressão e ansiedade.

Independentemente de quantos desses sintomas apresentar, é importante monitorizá-los diariamente. Se reparar em algo novo, ou se um sintoma piorar subitamente, deve informar o seu médico ou enfermeiro imediatamente. Isto deve fazer parte integrante do seu plano de autogestão.

Clique aqui para obter dicas sobre os sinais de aviso a observar.

UMA VIAGEM ANIMADA ATRAVÉS DA INSUFICIÊNCIA CARDÍACA

Um conjunto de nove animações simples e interessantes que explicam o que é a insuficiência cardíaca e o seu tratamento

Estas animações narradas explicam como funciona um coração saudável, o que acontece em caso de insuficiência cardíaca e como atuam os vários tratamentos para melhorar a sua saúde

FERRAMENTAS ÚTEIS

Clique para imprimir estas ferramentas que o irão ajudar a monitorizar a sua insuficiência cardíaca

VÍDEOS DE PACIENTES E PRESTADORES DE CUIDADOS

Nesta secção pode ver, ouvir e ler entrevistas em Inglês com outras pessoas com insuficiência cardíaca e com os seus prestadores de cuidados.

VISITE A NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK

e compartilhe suas próprias opiniões e experiências com outros pacientes, familiares e cuidadores.

Voltar ao início