Inicialmente poderá ser difícil falar sobre a insuficiência cardíaca, até que você mesmo aceite a doença. É importante para si compreender que aqueles que lhe são próximos também podem estar a passar por reações semelhantes, como o medo e preocupação pela sua segurança e bem-estar. Podem ter necessidade de partilhar aquilo que pensam e sentem consigo. Vale a pena ter em conta que a sua relutância em partilhar o que está a acontecer também pode afetar bastante as pessoas que o rodeiam.

A gestão eficaz da insuficiência cardíaca passa muitas vezes pela conjugação de esforços. Os seus familiares podem desempenhar um papel essencial, incentivando-o a ter uma vida o mais ativa possível com insuficiência cardíaca. Assim, é importante pelo seu próprio bem-estar que não afaste os seus familiares, impedindo-os de o ajudar e apoiar neste momento. Mostre que valoriza a preocupação que revelam.

Poderá considerar úteis as seguintes sugestões para falar com os seus familiares sobre a insuficiência cardíaca e envolvê-los de forma a que se sinta confortável:

  • À medida que aprende mais sobre a insuficiência cardíaca, mantenha-os informados e atualizados
  • Ensine aos seus familiares qual é a melhor forma de lhe darem apoio emocional e moral
  • Permita que o ajudem nos aspetos dos cuidados médicos, como por exemplo no regime de medicação ou medindo a sua frequência cardíaca e a pressão arterial
  • Pense em atividades que pudesse realizar em conjunto com os seus familiares, por exemplo:
    • estar aberto a saídas em família, de acordo com níveis de atividade realistas
    • preparar refeições saudáveis em conjunto
    • incentivar outros familiares a implementarem as mesmas mudanças positivas no seu estilo de vida, uma vez que ajudará a reduzir o risco de sofrerem de uma doença cardíaca
  • Faça saber que aceita ajuda, mas que pretende continuar o mais independente possível. As pessoas com insuficiência cardíaca geralmente têm algumas limitações físicas, mas ainda assim têm de se manter ativas e praticar exercício físico regularmente. Esta é uma parte essencial do seu programa de tratamento
  • Explore este website em conjunto com um familiar

Voltar à secção Relacionamentos