As questões relacionadas com os cuidados médicos podem ser particularmente confusas e complicadas no início, pois é muita informação para assimilar.

Seguem-se algumas sugestões para saber como pode ajudar nas necessidades médicas do seu cônjuge ou familiar:

  • Participe ativamente nas consultas com o médico, fazendo perguntas e tirando notas, mas sem dominar a conversa. Isto irá permitir-lhe ajudar o seu cônjuge ou familiar a manter um registo das informações sobre os medicamentos para a insuficiência cardíaca, alimentação e exercício físico.
  • Ajude o seu cônjuge, familiar ou prestador de cuidados a seguir os conselhos do médico e do enfermeiro, dando apoio moral e prático. Por exemplo: ajude-o a gerir os medicamentos, ofereça-se para praticar exercício físico juntos e regularmente e, se fuma, deixe de fumar ao mesmo tempo, compre e cozinhe refeições saudáveis, com baixo teor de sal, que ambos gostem e recorde-o delicadamente a importância das mudanças na alimentação, ajude-o a controlar os sintomas, pesando-se diariamente e medindo a frequência cardíaca e a pressão arterial duas vezes por semana.
  • Incentive o seu cônjuge ou familiar a ser vacinado contra o vírus da influenza e da pneumonia, caso tenha sido recomendado pelo médico ou enfermeiro.
  • Monitorize o progresso do seu cônjuge ou familiar. Frequentemente, os médicos e enfermeiros recorrem aos familiares prestadores de cuidados para obter informações sobre o estado de saúde do doente, alterações nos sintomas e progresso relativamente às recomendações da prática de exercício físico e alimentação. Pode obter mais informações sobre as questões a que deve estar atento na secção Sinais de aviso.

Voltar à secção Compreender o seu papel