Equipa multidisciplinar (EMD)

Uma equipa multidisciplinar (EMD) é uma equipa de profissionais de cuidados de saúde especializada em várias áreas dos seus cuidados. O acesso a uma EMD demonstrou a redução de internamentos hospitalares e uma melhor qualidade de vida para os doentes e respetivas famílias. Depois de ter sido diagnosticado com insuficiência cardíaca, é possível que seja consultado por diferentes especialistas que irão ajudá-lo a melhorar e a gerir a doença. Segue-se uma lista dos profissionais de saúde que poderá consultar, o que fazem e por que motivo será consultado por eles.

Médico de família (médico de clínica geral)

Primary care physician

O seu médico de família é normalmente o primeiro ponto de contacto quando surgem problemas médicos. É frequentemente responsável pelos seus cuidados gerais e é o contacto principal para aconselhamento e esclarecimento de dúvidas. É o seu médico de família que irá encaminhá-lo para um médico de clínica geral de um hospital ou para um especialista, conforme necessário. É importante ter uma relação boa e produtiva com o seu médico de família uma vez que é normalmente o primeiro médico que vê. Os médicos de família são os guardiães dos cuidados de saúde e irão encaminhá-lo para serviços mais especializados, se necessário.

Médico de clínica geral e especialista de medicina interna

General physician

O médico de clínica geral administrará os seus cuidados hospitalares e irá encaminhá-lo para outros especialistas de saúde, conforme necessário.

Enfermeiro da especialidade de insuficiência cardíaca (hospital e comunidade)

Heart failure nurse

Os enfermeiros da especialidade de insuficiência cardíaca são enfermeiros especializados que poderão prestar cuidados, realizar exames, fornecer informações, formação e aconselhamento. São especialmente importantes nos cuidados de acompanhamento.

Cardiologista

Cardiologist

O seu cardiologista é responsável por toda a gestão clínica, incluindo por garantir que realiza os exames relevantes e prescrever o tratamento.

Farmacêutico

Pharmacist

O seu farmacêutico poderá dar-lhe muitas informações úteis sobre os seus medicamentos. Poderá dizer-lhe se existem alimentos ou outros medicamentos que devem ser evitados com os medicamentos sujeitos a receita médica para a insuficiência cardíaca. Além disso, pode ajudá-lo a compreender as instruções necessárias para tomar os seus medicamentos corretamente.

Nutricionista

Dietetician

O nutricionista pode orientá-lo no sentido de melhorar a sua alimentação, para o ajudar a gerir a insuficiência cardíaca, reduzindo, por exemplo, o consumo de sal e de líquidos. Além disso, pode ajudá-lo a desenvolver um plano de alimentação adequado, para manter um peso saudável.

Geriatra e especialista nos cuidados aos idosos

Geriatrician or care of the elderly specialist

Poderá ser encaminhado para um geriatra se tiver uma certa idade e sofrer de doenças que normalmente ocorrem em pessoas idosas.

Enfermeiro do centro de saúde e enfermeiro ao domicílio

Practice or community nurse

O enfermeiro do centro de saúde ou o enfermeiro ao domicílio complementará os seus cuidados no centro de saúde local ou na residência do utente se não puder comparecer regularmente nas consultas. Poderá ajudá-lo a organizar os seus medicamentos e fornecer conhecimentos.

Terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas

Physical and occupational therapists

Os terapeutas ocupacionais e os fisioterapeutas irão ajudá-lo a recuperar de um internamento ou de um procedimento e viver a vida o melhor possível através de um programa de reabilitação cardíaca. Também podem dar conselhos práticos para conservar a energia.

Psicólogo

Psychologist

Um psicólogo poderá ajudá-lo a si e aos seus familiares a lidar com o stress emocional, ansiedade, depressão e outros problemas psicológicos causados pela insuficiência cardíaca.

Assistente social

Social worker Os assistentes sociais podem ajudá-lo a usufruir de programas ou benefícios existentes na sua comunidade. Também podem ajudá-lo nas questões financeiras ou aspetos legais complexos, decorrentes da sua doença e a entrar em contacto com os sistemas de apoio social adequados.