Aprender a lidar com as emoções é uma parte importante do controlo da insuficiência cardíaca. Embora seja comum que as pessoas com insuficiência cardíaca passem por momentos de depressão ou ansiedade, isto não significa que tenham de se resignar a viver com estas emoções. É importante para o seu bem-estar em geral que tome medidas positivas na gestão destes problemas.

Existem muitas medidas que pode adotar para combater estas emoções negativas e melhorar a sua qualidade de vida:

  • Fale sobre o que sente com alguém que respeita e em quem confia, peça apoio aos seus familiares e amigos e desempenhe um papel mais ativo na gestão da insuficiência cardíaca, aprendendo mais sobre a doença.
  • Estudos demonstraram que as pessoas que melhor controlam a respetiva doença sentem-se menos deprimidas e ansiosas.
  • Concentre-se em seguir cuidadosamente o plano de tratamento e envolva-se de forma ativa nas decisões sobre a gestão da doença.
  • Pratique exercício físico regularmente e aumente o nível de atividade. Se se sentir melhor fisicamente também reduzirá a depressão e a ansiedade.
  • Envolva-se em novas atividades que possa apreciar e que lhe permitam ter outra perspetiva da vida.
  • Pense em participar num grupo de apoio para pessoas com insuficiência cardíaca. Pode ser vantajoso falar sobre as suas emoções com outras pessoas com problemas semelhantes
  • Tente ver o lado mais leve da sua situação. O riso é altamente terapêutico.

Caso a sua depressão ou ansiedade seja grave ou se não melhorar, fale com o seu médico ou enfermeiro. Uma consulta com um psicólogo poderá ser bastante útil. Além disso, existem medicamentos seguros que reduzem comprovadamente a ansiedade e a depressão em doentes com insuficiência cardíaca.

Voltar à secção Emoções