A sensação de desmaio ou tonturas poderá ser causada pela redução do fluxo sanguíneo para o cérebro. Normalmente, a perda súbita de consciência indica que o fornecimento de sangue para o cérebro foi gravemente reduzido.

O fluxo sanguíneo para o cérebro poderá ser reduzido quando a frequência ou ritmo o cardíaco é irregular (demasiado lento ou demasiado rápido) ou quando o coração não consegue bombear sangue corretamente porque o fluxo está obstruído, por exemplo, pelo estreitamento de uma válvula. Também pode dever-se a um ataque cardíaco.

Os desmaios ou as perdas de consciência são graves e requerem atenção médica imediata.

As tonturas, especialmente quando se levanta muito depressa, são um sintoma muito comum nas pessoas com insuficiência cardíaca. Podem dever-se a uma anomalia na função cardíaca, no ritmo cardíaco ou ao estreitamento de uma válvula. Também podem dever-se a uma queda rápida e temporária da pressão arterial, designada por hipotensão ortostática, que ocorre por se levantar muito depressa.

As tonturas são um efeito secundário comum dos medicamentos utilizados no tratamento da insuficiência cardíaca. Os diuréticos, inibidores da ECA, BRA e bloqueadores beta diminuem a pressão arterial. Isto melhora a função cardíaca e a respiração. No entanto, uma vez que a pressão arterial está mais baixa do que o normal, poderá sentir tonturas, especialmente quando se levantar ou estiver deitado. Clique aqui para sugestões sobre como minimizar as tonturas.