Atualizado e melhorado

Reconhecer a depressão e a ansiedade

As pessoas com uma doença grave como a insuficiência cardíaca têm tendência a ficar tristes ou em baixo de vez em quando. Contudo, se estes sentimentos persistirem e notar que o seu cônjuge ou familiar não está a gostar das atividades diárias como antes ou se considera que a vossa relação está em causa, isto pode ser um sinal de depressão.

É importante procurar ajuda médica para a depressão e ansiedade, uma vez que estas doenças podem ser tratadas. Se não se tomar uma atitude, estes problemas podem agravar a doença do seu cônjuge ou familiar e a sua saúde em geral.

Se verificar alguns dos seguintes sintomas no seu cônjuge ou familiar, de forma constante e durante mais de duas semanas, pode indicar um estado de depressão:

  • mau humor, tristeza ou nostalgia
  • mais irritável do que o habitual
  • alterações no apetite
  • perda de interesse nas coisas de que antes gostava
  • isolamento
  • sonolência em excesso ou acordar demasiado cedo
  • sempre cansado e sem energia
  • sentimento de inutilidade ou culpa
  • sentimento de desespero
  • pensamentos sobre morte e suicídio

O seu cônjuge ou familiar poderá estar extremamente ansioso se apresentar qualquer um dos seguintes sintomas durante mais de duas semanas:

  • preocupação excessiva
  • medo
  • mais tenso que o habitual
  • inquieto
  • nervoso ou com tremores

Voltar à secção Compreender as emoções

UMA VIAGEM ANIMADA ATRAVÉS DA INSUFICIÊNCIA CARDÍACA

Um conjunto de nove animações simples e interessantes que explicam o que é a insuficiência cardíaca e o seu tratamento

Estas animações narradas explicam como funciona um coração saudável, o que acontece em caso de insuficiência cardíaca e como atuam os vários tratamentos para melhorar a sua saúde

FERRAMENTAS ÚTEIS

Clique para imprimir estas ferramentas que o irão ajudar a monitorizar a sua insuficiência cardíaca

VÍDEOS DE PACIENTES E PRESTADORES DE CUIDADOS

Nesta secção pode ver, ouvir e ler entrevistas em Inglês com outras pessoas com insuficiência cardíaca e com os seus prestadores de cuidados.

VISITE A NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK

e compartilhe suas próprias opiniões e experiências com outros pacientes, familiares e cuidadores.

Voltar ao início