As análises ao sangue são úteis para detetar a insuficiência cardíaca e procurar possíveis causas ou fatores desencadeadores.

Níveis elevados de BNP no sangue foram associados à insuficiência cardíaca e o exame é útil para o diagnóstico e decisões de tratamento. Recentemente, a medição do BNP ou do BNP N-terminal tornou-se comum na avaliação do diagnóstico e gravidade da insuficiência cardíaca e a análise está facilmente disponível. Níveis normais de BNP num doente que não recebeu tratamento para a insuficiência cardíaca indicam que existem provavelmente outras causas para os sintomas.

É recolhida uma amostra de sangue por um médico, enfermeiro ou flebotomista (profissional de saúde especializado na recolha de amostras de sangue). Procuram-se sinais de anemia e diabetes, problemas no fígado ou rins, função tiroideia e níveis de péptidos natriuréticos (BNP).

Doenças como a asma e diabetes, a função renal reduzida e a função tiroideia são fatores que podem causar ou complicar a insuficiência cardíaca.

Voltar à secção Exames comuns para detetar insuficiência cardíaca