As pessoas que sofrem de insuficiência cardíaca não só têm de lidar com as limitações físicas da insuficiência cardíaca, como também com questões emocionais que podem afetar a respetiva vida, bem como a das pessoas mais próximas.

Ficar a saber que se tem uma doença grave como a insuficiência cardíaca poderá inicialmente causar sentimentos de ansiedade, raiva ou depressão. Estas emoções poderão ser partilhadas, em maior ou menor medida, pelo seu cônjuge ou parceiro, familiares e amigos próximos. Estas emoções devem desaparecer à medida que começar a aceitar o diagnóstico, tomar controlo da sua saúde e fazer mudanças positivas no seu estilo de vida. No entanto, as suas relações poderão ter de mudar para implementar essas mudanças.

Esta secção analisa as mudanças que poderão ocorrer nas suas relações após o diagnóstico de insuficiência cardíaca, a melhor forma de gerir essas mudanças e como falar sobre a doença com as pessoas mais chegadas a si.

Para mais informações, clique nas ligações abaixo.

Falar com a sua família sobre a insuficiência cardíaca
Sexo e insuficiência cardíaca