Na maior parte dos casos, a insuficiência cardíaca pode ser tratada e controlada de forma adequada, permitindo que continue a trabalhar a tempo inteiro ou a tempo parcial. A sua situação específica dependerá da causa e da gravidade da insuficiência cardíaca, assim como das exigências do seu trabalho. O seu médico poderá ajudá-lo a decidir o nível adequado de trabalho que pode fazer.

Poderá ter de ajustar as horas de trabalho ou outras atividades intensas. Se sentir que tem cada vez menos capacidade para realizar o seu trabalho, fale com o seu médico sobre isso, pois poderá ser necessário alterar a medicação, e/ou com a sua entidade patronal para ver se é possível desempenhar outras tarefas.