Uma ordem de não reanimar ou ONR, é um documento que indica aos médicos, enfermeiros e equipas de emergência médica, os procedimentos que não devem realizar quando uma pessoa deixar de respirar ou o ritmo cardíaco constituir perigo de vida. Pode incluir instruções sobre os métodos a evitar durante uma reanimação, como:

  • Reanimação cardiopulmonar (RCP)
    Um procedimento que implica compressão torácica manual e respiração boca-a-boca para fazer circular o sangue e o oxigénio para os pulmões.
  • Desfibrilhação
    Um processo que consiste na aplicação de um choque elétrico no coração para que o batimento cardíaco volte ao normal.
  • Ventilador (tubo e máquina de ventilação)
    Utilizado para ajudar uma pessoa inconsciente a respirar.
  • Medicação
    Administrar medicamentos para recuperar uma frequência cardíaca eficaz e melhorar a circulação sanguínea para os principais órgãos. A presença de um dispositivo não impede a realização de quaisquer medidas, nem complicará os tratamentos que sejam considerados adequados, em conformidade com o conteúdo da ONR.

A decisão de ter uma ONR por escrito deverá ser tomada por si ou pela sua família, em conjunto com o seu médico.

Voltar à secção Planear o fim da vida