São fornecidas informações sobre os tratamentos disponíveis para a insuficiência cardíaca, na secção de medicamentos para insuficiência cardíaca. Segue-se uma lista de perguntas que poderá fazer ao seu médico ou enfermeiro para o ajudar a gerir os seus medicamentos, da forma mais eficaz possível.

Os meus medicamentos têm efeitos secundários?

Falar com o seu médico ou enfermeiro sobre os efeitos secundários dos medicamentos irá garantir que saberá o que esperar ao tomar determinado medicamento e permitir-lhe-á preparar-se para quaisquer efeitos indesejados. Por exemplo, se as tonturas são um dos efeitos secundários do medicamento, será aconselhado a sair da cama ou a pôr-se de pé lentamente.

Quantos comprimidos devo tomar e quando?

Isto irá ajudá-lo a criar a sua própria tabela de medicamentos, para manter um registo de quando e com que frequência tem de tomar os medicamentos.

E se eu me esquecer de tomar um comprimido?

O seu médico irá aconselhá-lo em caso de esquecimento de uma ou mais doses do medicamento. Para que a maior parte dos medicamentos para a insuficiência cardíaca seja eficaz, é necessário tomar a dose certa, na hora certa. Ao tomar um comprimido mais tarde ou dois comprimidos em simultâneo, poderá estar a aumentar a quantidade de medicamentos no seu organismo para um nível que pode causar efeitos secundários. Contudo, se se esquecer de um diurético, poderá tomá-lo mais tarde nesse dia sem problemas.

Com que frequência tenho de pedir uma nova receita?

Os seus medicamentos serão prescritos por um período de tempo e ser-lhe-á indicado como pedir uma nova receita: poderá ter de marcar outra consulta ou poderá levantá-la na clínica ou posto de saúde. A maior parte dos medicamentos para a insuficiência cardíaca tem de ser tomada diariamente, pelo que é importante que planeie e se certifique de que não acabam. Lembre-se dos períodos de férias ou viagens planeadas.