O que fazem

Os vasodilatadores relaxam ou dilatam os vasos sanguíneos, para reduzir a resistência. Isto reduz a pressão arterial e facilita o fluxo sanguíneo no corpo, melhorando os sintomas.

Alguns vasodilatadores são tomados regularmente. No entanto, alguns vasodilatadores de ação curta (como o trinitrato de glicerilo/nitroglicerina) podem ser tomados em forma de spray ou comprimidos orodispersíveis que são colocados debaixo da língua "quando necessário" para a dor torácica (angina). Também podem ser administrados em forma de adesivos ou pomadas, aplicados na pele.

Efeitos secundários

Os vasodilatadores podem causar pressão arterial baixa, causando tonturas ou sensação de desmaio ao sentar-se ou levantar-se muito rapidamente. Outros efeitos secundários incluem dores de cabeça, rubor, palpitações cardíacas e congestão nasal. As dores de cabeça são especialmente comuns nos vasodilatadores de ação prolongada, como os nitratos.

Principais sugestões

As tonturas são comuns em qualquer medicamento que reduza a pressão arterial, mas o seu coração consegue funcionar melhor com estas tensões mais baixas.

Se sentir tonturas de manhã, tente mover os pés para a frente e para trás cerca de dez vezes antes de se levantar. Ou se pretender, balance as pernas na parte lateral da cama antes de se sentar e depois sente-se na beira da cama durante um minuto antes de se levantar. Deve evitar levantar-se demasiado rapidamente, esteja sentado ou dobrado, pois provocará tonturas. Leve o tempo necessário e permita que o seu corpo se ajuste.

Também conhecido por:

  • Trinitrato de glicerilo/GTN/preparações de nitroglicerina

(Nitromint®, Nitradisc®, Nitro-Dur®, Epinitril®, Plastranit®, Nitroderm-TTS®)

  • Dinitrato de isossorbida

(Flindix®, Flindix Retard®)

  • Mononitrato de isossorbida

(Imdur®, Monopront®, Ismo retard®, Monoket®)

Voltar à secção Medicamentos para a insuficiência cardíaca