Por que motivo é feito?

A insuficiência cardíaca pode ter sido causada por uma válvula cardíaca doente ou com defeito. As válvulas cardíacas direcionam o fluxo unidirecional de sangue para o coração. As válvulas podem ficar mais estreitas, extravasar ou ambos. Se não funcionarem corretamente, isto sobrecarrega o coração e pode causar insuficiência cardíaca. Este problema pode ser melhorado ou curado através da cirurgia, que só será realizada se os benefícios esperados superarem os riscos.

O que implica?

Durante a cirurgia, terá de estar ligado a uma máquina cardiopulmonar que fornece sangue ao cérebro e corpo, enquanto a válvula com defeito é removida e substituída.

O seu médico irá dizer-lhe que tipo de válvula é mais indicado para si:

  • Uma válvula mecânica (carbono, metal ou plástico)
  • Uma válvula metálica ou plástica
  • Uma válvula feita de tecido humano ou tecido de animais (geralmente de porcos) 

Em alguns casos, a válvula pode ser reparada sem materiais artificiais e sem ter de realizar uma cirurgia de coração aberto. Estes procedimentos como a valvuloplastia mitral ou implantação transcateter da válvula aórtica (TAVI) são realizados a partir da virilha e sob anestésico local.

Após a cirurgia poderá ter de tomar medicamentos (anticoagulantes) para prevenir a formação de coágulos sanguíneos em torno da nova válvula cardíaca. Normalmente isto não é necessário quando se utilizam válvulas de tecido.

Se for necessário realizar qualquer outro tipo de cirurgia posteriormente, ser-lhe-á administrado um antibiótico para evitar a infeção da válvula.

Perguntas a fazer ao seu médico:

  • Quais são os riscos associados a esta cirurgia?
  • Quanto tempo terei de ficar no hospital?
  • Quanto tempo demora a recuperação?
  • Qual é o nível de atividade física que posso fazer após a cirurgia?
  • Que medicamentos tenho de tomar após a cirurgia?

Voltar à secção Cirurgia