O que fazem

Os antagonistas dos recetores da aldosterona bloqueiam os efeitos de uma hormona produzida naturalmente pelas glândulas suprarrenais, o que pode agravar a insuficiência cardíaca. Os antagonistas dos recetores da aldosterona afetam o equilíbrio entre a água e os minerais expelidos pela urina e são diuréticos fracos. Ajudam a reduzir a pressão arterial, a congestão e a proteger o coração.

Os antagonistas dos recetores da aldosterona demonstraram ser especialmente eficazes na insuficiência cardíaca avançada e são geralmente tomados em conjunto com outros medicamentos para a insuficiência cardíaca.

Efeitos secundários

Os antagonistas dos recetores da aldosterona podem por vezes afetar a função renal e aumentar os níveis de potássio. Isto é especialmente importante para os doentes que também tomam inibidores da ECA ou BRA. O seu médico irá controlar a função renal e os níveis de potássio através de análises regulares ao sangue.

Em casos raros, os antagonistas dos recetores da aldosterona podem causar aumento do tamanho e aumento da sensibilidade ao toque mamárias, especialmente nos homens. Os novos medicamentos não têm este efeito.

Também conhecido por:

  • Espironolactona

(Aldactone®)

  • Eplerenona

(Inspra®)

  • Produtos combinados

(Aldactazine®, Ondolen Forte®)

Voltar à secção Medicamentos para a insuficiência cardíaca